Bem Vindos

sábado, 13 de maio de 2017

Importância da Diplomática – Diego Gustavo



A gênese da diplomática deu-se pela necessidade de constatar a autenticidade de documentos medievais através da análise de elementos intrínsecos e extrínsecos, como exposto no exemplo da amiga Fabiana Ribeiro. Link
Atualmente a diplomática tem duas fundamentais importâncias para a arquivologia, a saber:
A primeira é que por intermédio dela pode-se atestar a autenticidade e a veracidade dos documentos arquivísticos, evitando a guarda de documentos que padecem de elementos que contenham essas duas características, como exposto no exemplo da amiga Ana Luiza. Link
A segunda grande importância da diplomática à arquivologia é que com a análise diplomática permite-se apontar os tipos documentais e estes corroboram para a elaboração do plano de classificação partindo-se dos documentos e não de seu assunto.
Ainda podemos acrescentar que a diplomática não passou a atuar somente em documento que pertençam a um arquivo (Instituição/Órgão). Visto que a sua análise é atribuída, como em sua gênese, a garantia da autenticidade dos documentos emitidos pelo Estado.
No dia 2 de maio do corrente foi divulgado a nova Carteira Nacional de Habilitação – CHN que apresenta mudanças determinadas pelo Conselho Nacional de Trânsito, a fim de diminuir a falsificação desse documento. Link
Este novo modelo contém mais elementos que permitem atestar a sua veracidade, a exemplo do QR-Code. Essa mudança é resultado da análise diplomática das antigas CNH’s apreendidas que apresentavam grande recorrência de alteração de fotografia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário